RockDisco – “A Revolta dos Dândis”, dos Engenheiros do Hawaii


Já falamos aqui dos álbuns que até hoje são considerados clássicos no Rock 80 Brasil. O disco “Revolta dos Dândis”, o segundo disco dos Engenheiros do Hawaii é um deles.

Lançado em 1987, o disco marca uma primeira mudança na formação da banda. Marcelo Pitz, baixista no primeiro disco, deixa a banda para se dedicar à família, e no seu lugar entra Augusto Licks, um guitarrista já conhecido na cena musical gaúcha. Na verdade, não bem no seu lugar, pois nesse disco Humberto Gessinger assume o baixo, Licks entra para as guitarras e violões e harmônica e Maltz continua firme e forte na bateria. O título do álbum faz referência ao “Homem Revoltado” de Albert Camus.
O álbum abre com “A Revolta dos Dândis”. Em seguida “Terra de Gigantes”, um hino da juventude da época. Em seguida “Infinita Highway”, um amontoado de frases que falam da mesma coisa, escritas por Gessinger desde os seus 13 anos. “Refrão de Bolero” é um soco no estômago das besteiras que fazemos em nome do amor. “Filmes de Guerra, Canções de Amor” não tem refrão, mas uma letra de nos fazer pensar por dias. No lado B (na época do disco), abre “A Revolta dos Dândis II”, em seguida “Além dos Outdoors”, “Vozes”, que Gessinger afirmou ser uma de suas músicas que fala de si. “Quem Tem Pressa Não Se Interessa”, uma bateria (gravada no banheiro do estúdio) e um baixo levando toda a letra, “Desde Aquele Dia” e fecha com “Guardas da Fronteira”. As músicas foram gravadas em julho e agosto de 1987 e marcaram uma nova fase da banda. Não tem como deixar de ouvir!

Rock 80 Brasil

Notícias e curiosidades sobre o rock nacional anos 80.

http://www.rock80brasil.com.br

Deixe uma resposta

Top