Histórias do Rock – Renato Russo contra o sistema

Ah esses jovens. Às vezes se metem em confusão que nem deveriam estar. São punks, roqueiros e acima de tudo homens. Mas sempre há uma boa resposta. E Renato Russo sempre foi gênio nas boas respostas.
No livro sobre o ex-vocalista da Legião Urbana, Arthur Dapieve conta que certa vez houve um acidente em uma festa em que alguém havia empurrado um “mauricinho” e este caiu em uma piscina que tinha caco de vidro. Resultado: um corte longo na pele. A suspeita caiu sobre Phlippe Seabra (Plebe Rude), porém este nem estava em Brasília quando do acidente. 
E aí que os punks de Brasília estavam reunidos e chegou um grupo não punks, em número maior que os punks, querendo acertar as contas com Seabra. Este se escondeu em um carro. O grupo perguntou quem era o Philippe e Loro Jones (Capital Inicial) disse que todos eram Philippe. Antes que a briga generalizada começasse de fato, surge Renato Russo dizendo que eles não precisavam brigar e sim que a briga tinha que ser contra o sistema. Um dos integrantes do grupo respondeu: “Então o seu nome é sistema”. 

Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top