Você sabia… Eu Gosto de Mulher, do Ultraje a Rigor

No Dia Internacional da Mulher difícil é falar pouco delas. Elas estão em todos lugares. Pessoalmente não acredito que deva haver luta por gênero, essas coisas. Nós, homens e mulheres, somos humanos e todos devem ser respeitados da mesma maneira. Mas o BRock também não viveu sem elas: elas fizeram parte deles, foram musas inspiradoras e mais um monte de coisa. Salve Rita Lee, Alice Pink, Fernanda Abreu, Márcia, Marina, Paula Toller e tantas outras.
E falando em mulher, o Ultraje a Rigor já foi acusado de machista, preconceituoso e mais algumas coisas. Maurício fez um comentário que soou preconceituoso e que ganhou espaço na mídia. Roger lembra no livro “Nós vamos invadir sua casa” que o comentário passou a ser atribuído a ele. O comentário foi algo do tipo “ah melhor, sobra mais mulher para gente”. Roger admitiu que a piada foi de mau gosto e não representava o que realmente a banda pensava. Aí eles passaram a ser chamadas de machistas. Por isso Roger escreveu “Eu gosto de mulher“, que está no disco “Sexo”. Para o videoclip da música, em plena avenida paulista, os integrantes da banda se entrevistam e perguntam sobre as mulheres. Viva elas!
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top