Agora são TRÊS os Cabeças Dinossauros

O Rock 80 Brasil acordou hoje com uma notícia que pegou os fãs do BRock desprevenidos. Paulo Miklos deixa a banda por motivos pessoais e para se dedicar a projetos individuais. Mesmo com sua saída, os Titãs, agora com Branco Mello, Sérgio Brito e Tony Bellotto, anunciaram também que continuam na estrada e prontos para novos projetos que venham a surgir. Para acompanhar a banda foi convidado o guitarrista Beto Lee, filho da Rita Lee e do maridão Roberto de Carvalho.
Os Titãs vêm de um histórico de uma banda numerosa, mas que com o tempo foi sofrendo baixas. A primeira foi em 1984, antes mesmo do lançamento do primeiro disco, quando o grupo tinha 9 integrantes, com a saída de Ciro Pessoa. Na virada deste ano para 1985, Andre Jung (que depois iria para o Ira!) é mandado para fora da banda e no seu lugar entra Charles Gavin. Em 1992 Arnaldo Antunes deixa a banda; em 2001 Marcelo Fromer morre em um atropelamento; em 2002 Nando Reis deixa a banda; em 2010 é a vez de Charles Gavin (Mário Fabre assume as baquetas); e agora em 2016, Paulo Miklos.
Se por um lado a banda sofreu as baixas, por outro o Rock Brasil ganhou mais peso, pois todos continuaram a se dedicar a projetos na área de música.
O blog Rock 80 Brasil deseja ainda mais sucesso para os Titãs e para a carreira solo de Paulo Miklos.
Segue o comunicado oficial divulgado pela banda no seu Facebook:
“Os Titãs informam que Paulo Miklos se desliga da banda, por decisão pessoal, para se dedicar a projetos individuais.

Branco Mello, Sergio Britto e Tony Bellotto prosseguem como Titãs, com o apoio da gravadora Som Livre e de seu imenso público, honrando compromissos assumidos e outros que venham a surgir, fazendo shows com as canções que imortalizaram o grupo e criando novas músicas e projetos.

O guitarrista Beto Lee se junta ao baterista Mário Fabre na dupla de músicos especialíssimos que acompanharão os Titãs de agora em diante, nessa nova geração.

Os Titãs, ao longo de 34 anos de uma carreira exitosa, experimentaram várias formações sempre preservando a essência e o vigor de suas canções. Como um organismo coletivo que suplanta as individualidades que o compõem, os Titãs seguem determinados, impulsionados por inquietação e ambição artística, e orgulho das glórias conquistadas.”

Foto acima: Silmara Ciuffa
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top