Cobertura: Humberto Gessinger faz show de lançamento do álbum Insular em São Paulo

Inexplicável. Essa foi uma das palavras que tantos pronunciaram após o encerramento do show de estréia do novo álbum de inéditas do Humberto Gessinger, o Insular. Pois foi na última sexta-feira, 21, que os paulistas puderam sentir ao vivo e a cores a energia e a alma do líder de uma das bandas que marcaram a geração do rock nacional anos oitenta. E sabe qual é a melhor parte? O Blog Rock 80 Brasil passou por lá e viu de pertinho toda essa euforia e nostalgia!
Por volta das 22h30 subiam ao palco do HSBC Brasil Humberto Gessinger, Rodrigo Tavares e Rafael Bisogno e logo de início foi uma viagem no túnel do tempo, pois os gaúchos de uma banda só começaram a noite cantando Sampa no Walkman. Baita viagem!
Em seguida embalou com Tudo Está Parado, Toda Forma de Ser, Até O Fim, Armas Químicas e Poemas, Pose e Bora.
Nem os músicos e muito menos os fãs conseguiam conter a emoção de presenciar um show daquele. E ó: era só o começo! 
Contemplando os vários sucessos da lendária banda Engenheiros do Hawaii, os músicos daquela noite engataram com Surfando Karmas & DNA e Eu Que Não Amo Você. E numa sintonia incrível, Gessinger ligou as canções Insular e Ando Só.
A estréia do disco “Insular” foi levada com a canção Sua Graça na sequência, e A Ponte Para O Dia. A carona ao túnel do tempo não parou por aqui, afinal, A Revolta dos Dândis fez  com que o público cantasse junto e com mais intensidade naquele início de show.
Um mergulho essencial foi para os hits que consagraram a trajetória do Humberto Gessinger, pois desta forma, as canções Somos Quem Podemos Ser, De Fé e Terra de Gigantes não ficaram de fora de um setlist totalmente nostálgico e especial.
E você acha que encerramos por aqui! Náh (como dizem os gaúchos)! Os caras que não paravam sequer um minuto continuaram a deixar àquela noite especial com as canções Piano Bar, Essas Vidas da Gente, 3×4, Tchau Radar, A Canção e Pra Ser Sincero – que por sinal, recebeu aquele inconfundível coro de vozes dos fãs que não conseguiam segurar a emoção.
E o que dizer quando o Humberto Gessinger deu um pulo em 1990 e cantou Exército de Um Homem Só? Delírios e elogios foram anunciados no meio da platéia! E não tinha como não cantar junto!
Já as canções Dom Quixote e Refrão de Bolero também não ficaram de fora dessa!
E os agradecimentos não poderiam ter sido os melhores, pois foi no bis que o Humberto Gessinger acompanhado com o guitarrista Rodrigo Tavares e com o baterista Rafael Bisogno tocaram com A Violência Travestida Faz Seu Trottoir. E se despediram em grande estilo com Infinita Highway com um convidado especial: Glaucio Ayala dominado a bateria com as suas baquetas!
Sim, a noite foi pouca para descrever o quanto esta estréia Insular foi surreal! E o quanto os fãs de outros carnavais com outras fantasias puderam presenciar uma noite tão fantástica ao lado de um cara que largou a faculdade para tirar onda com uns guris.
A onda deu certo! E o Insular é só o começo desse trio! Podem apostar!


– – – 

Rock 80 Brasil

Notícias e curiosidades sobre o rock nacional anos 80.

http://www.rock80brasil.com.br

Um comentário em “Cobertura: Humberto Gessinger faz show de lançamento do álbum Insular em São Paulo

Deixe uma resposta

Top