Lobão solta o verbo

Lobão está lançando seu segundo livro, o “Manifesto do Nada na Terra do Nunca”, pela editora Nova Fronteira. O primeiro foi o “50 anos a mil”. Quem leu este primeiro livro já pode notar que Lobão tem seu nome vinculado à música, porém a literatura sempre esteve presente na sua vida.
Se no primeiro livro o grande Lobo contava sua história, neste o foco está nas suas ideia e opiniões. Segundo matéria assinada por Lucas Nobile e publicada hoje no caderno Ilustrada, da Folha de S.Paulo, Lobão leu mais de 60 livros, além de um mergulho profundo na Semana de 1922, para ter argumentos para suas opiniões.
A metralhadora verbal atinge vários nomes. Segundo o jornal vai da presidente Dilma Rousseff, passa por Roberto Carlos, Racionais, entre outros. No release do livro está: “Com Manifesto do Nada na Terra do Nunca, que pode muito bem ser encarado como um manual de boas maneiras em meio à diversidade de ideias, Lobão, incitando a liberdade e a iconoclastia, não quer, de forma alguma, ser adorado por todos – seu  desejo maior é que o odeiem pelos motivos certos.” Sem dúvida nenhuma, uma leitura recomendada para quem “gosta” do Lobão e obrigatória para os demais.
Rock 80 Brasil

Notícias e curiosidades sobre o rock nacional anos 80.

http://www.rock80brasil.com.br

Deixe uma resposta

Top