Entrevista – Dado Villa Lobos

Dado Villa-Lobos está à beira de um colapso. E não é por menos. O que não falta é motivo para celebrar uma ótima fase musical e artística. Isso se deve ao lançamento do “O Passo do Colapso” e outros projetos mais. Em entrevista exclusiva ao blog Rock 80 Brasil, Dado Villa-Lobos falou sobre o novo trabalho, sobre o colapso, internet e projetos para 2013. 
Antes de ler a entrevista exclusiva, vale lembrar que Dado fará um show online neste sábado (15/12), a partir das 17h30, direto do Rock It! Estúdio no Rio de Janeiro. O show faz parte do lançamento do disco “O Passo do Colapso”, que foi lançado no final de novembro exclusivamente pelo iTunes, onde atingiu a marca de 17 mil downloads de seu single “Colapso” no Single da Semana. Agora o disco também pode ser encontrado nas várias plataformas de distribuição do canal iMusica (www.imusicacorp.com.br), parceira de Dado na distribuição digital de seu novo trabalho. O show de sábado pode ser acessado através do site www.dadovilla-lobos.com.br. 
Como surgiu a ideia de gravação do álbum “O Passo do Colapso”?
Dado: Veio surgindo ao passo que as antenas foram captando certos fenômenos físicos, humanístico-sociais, ambientais que acabou gerando essa ideia do Passo do Colapso.
O fã pode esperar um estilo “legião” ou você procurou escapar deste “rótulo”?
Dado: O fã pode ficar tranquilo, pois o material é bacana! Sugiro a leitura da coluna do Arthur Dapieve da última sexta feira do segundo caderno do jornal O Globo pra de repente tirar essa dúvida.
Na sua opinião, qual o colapso do mundo atual?
Dado: Tendo entender que é universal, abrangente. Estamos em transição para uma nova era, uma nova ordem hiperativa, antiga ficção científica. Estou esperando meu  carro voar.
A internet mudou a forma de “ouvir” música. Como você vê o presente e o futuro da música com as novas tecnologias interativas?
Dado: Mudou a minha forma de ouvir música, com certeza. Tendo a ouvir agora meus playlists ou no modo “músicas aleatórias” do meu tocador de Mp3. Hoje acesso lojas de música virtuais sem sair de casa ou mesmo na rua pelo telefone. Mas o “ouvir ” continua o mesmo, só ouço o que quero e o que gosto.
Quais seus planos para divulgação, shows deste disco? E há outros projetos que estão sendo pensados?
Dado: Estamos terminando o ano com uma apresentação online do meu último ensaio com a banda, vai ser jóia!… tipo festa de fim de ano da empresa, tocaremos por aproximadamente uma hora, pra fechar o ano. A ideia é que 2013 promete, saindo em “tournée” com “O passo do colapso” a partir de março, começando a trilha sonora do filme de Mini Kerti “Muitos Homens num só” e lançamento de minha outra banda “Panamericana”, com Toni Platão, Dé Palmeira e Charles Gavin, em que tocamos versões em português do melhor do Rock Argentino, Uruguaio e Chileno: uma superbanda com um repertório fabuloso. Enfim, 2013 promete!
* Fotos: Christian Gaul
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top