Festivais – Blitz no Rock In Rio

Foram eles que colocaram o Rock Brasil 80 na moda, lá no ano de 1982. A Blitz levou o rock ao status de arte para todo o Brasil. Sendo assim, a trupe de Evandro Mesquita não poderia ficar de fora no maior festival de rock.
Em 1985, quando foi realizado o Rock in Rio, a Blitz já não era a mesma de 1982. Depois de um mega sucesso, filme, especial de TV, a banda havia lançado em 1984 o “Blitz 3”, o que viria ser o último álbum da banda antes de “terminar” pela primeira vez em 1986.
A Blitz subiu no maior palco do mundo no dia 13 de janeiro, tocando seu rock-teatral para 110 mil pessoas. O grupo foi a última atração brasileira (antes tocaram Paralamas do Sucesso e Lulu Santos). Depois dela vieram The Go Go’s, Nina Hagen e Rod Stewart. A Blitz voltou a tocar em 20 de janeiro, o último dia do festival, para 200 mil pessoas. Mais uma vez a banda fechou a apresentação das atrações brasileiras (antes tocaram Eramo Carlos, Barão Vermelho e Gilberto Gil). Depois da blitz foi a vez da Nina Hagen, The B-52’s e Yes. As apresentações da Blitz foram aquilo que o público esperava, mas a banda trazia um pouco do cansaço do sucesso. Mas Blitz é Blitz. Ponto.

 

Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top