Encrencas do Rock – Renato Rocha e Legião Urbana

O Domingo Espetacular da TV Record exibiu no dia de ontem uma matéria sobre o músico Renato da Silva Rocha, ex-baixista da Legião Urbana, que atualmente é morador de rua no Rio de Janeiro.
Renato Rocha era da turma do rock/punk de Brasília. Antes da Legião tocou nas bandas Gestapo, Hosbond Kama e Dents Kents. A Legião Urbana foi criada em 1982 após o fim do Aborto Elétrico. Já com contrato assinado com a EMI para o primeiro disco, Renato Russo, que tocava baixo, cortou os pulsos e assim Renato Rocha, amigo do Marcelo Bonfá, é chamado para integrar o grupo, permanecendo até 1989, antes da gravação do disco “As Quatro Estações”.
Renato Rocha foi expulso da banda. Segundo depoimentos na época, Rocha “parecia não estar mais a fim da banda”. Ele faltava de ensaios e de apresentações. O pai de Rocha atribui a atual vida do filho ao envolvimento com drogas.
No primeiro disco da Legião Urbana (1985) Renato Rocha participou do arranjo de “A Dança”. No “Dois” (1986) participou da composição de “Daniel na Cova dos Leões”, “Quase Sem Querer”, “Acrilic on Canvas” e “Plantas Embaixo do Aquário”. No “Que Pais é Este” (1987) assinou a composição de “Mais do Mesmo” e “Angra dos Reis”.

Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top