Sábado é dia de Alívio Imediato

Os fãs de fé já sabem: todo dia 11 de cada mês Humberto Gessinger põe o sofá no canto e monta toda uma parafernália musical para fazer, diríamos, um show particular via twitcam. Nos últimos meses o Engenheiro-Chefe-do-Hawaii vem dedicando-se a tocar na íntegra os trabalhos dos Engenheiros do Hawaii e hoje é a vez do “Alívio Imediato”.
O disco foi gravado no Canecão, Rio de Janeiro, nos dias 7, 8 e 9 de julho de 1989. O power trio, Gessinger, Augusto Licks e Carlos Maltz já moravam na cidade maravilhosa desde o final de 1988. Gessinger contou no seu blog, que um dia antes do show, ele e sua mulher Adriane mudaram de Copacabana para a Fonte da Saudade. A mudança lhe causou alguns arranhões na garganta. Sorte nossa! Os de fé falam que este pode ser considerado um dos melhores registro de voz de Gessinger. Então pergunte ao pó da mudança por onde andei!
O disco é um resgate das músicas dos três LPs anteriores: Longe Demais das Capitais (1986), Revolta dos Dandis (1987) e Ouça o que eu digo, não ouça ninguém (1988). Marca a entrada dos teclados e das steinbergs.
Além das músicas “ao vivo, há duas de estúdio: Nau a Deriva e Alívio Imediato (também dizem que é neste última música que Licks tem um dos seus melhores solos).
Então hoje é se preparar e curtir um Alívio Imediato diretamente da sua casa. E lembre-se: há espaços para todos!!
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Um comentário em “Sábado é dia de Alívio Imediato

Deixe uma resposta

Top