Musas do rock: “Garota de Berlim”

Os brutos amam e os roqueiros também. Às vezes os roqueiros amam alguém da infância, uma modelo, uma pessoa “comum” e até amam outra pessoa roqueira. E quando isso acontece, sai de baixo, como poderia dizer o papito Supla.
Muitos talvez não saibam, mas antes da Casa dos Artistas (SBT), Supla, o filho de Eduardo e Marta Suplicy, fez parte do nosso rock 80 Brasil. O Billy Idol brasileiro (ou o charada brasileiro) participou de várias bandas dos anos 80, com destaque para a banda Tokyo. Em 1985, em seu disco (“Humanos”), lá estava a “Garota de Berlim”, uma canção que trata daquele amor à primeira vista, entende? Mas quem será essa garota? Supla a conheceu na Alemanha? Vamos por parte.
A Garota de Berlim é nada mais, nada menos, a roqueira alemã Nina Hagen. Não conhece? Pergunte ao seu pai ou ao seu tio, com certeza eles vão lembrar. Naquele tempo poucas eram as mulheres roqueiras e ela era uma delas, com fama internacional.
Nina Hagen esteve no Brasil na primeira edição do Rock In Rio, em 1985. Ela se apresentou nos dias 13 e 20 de janeiro. Foi lá que Supla a conheceu e que tudo aconteceu. Tiveram um lindo e breve romance.
Vocalista da Tokyo, Supla fez a música para sua musa e ela participou da gravação. Atualmente Nina Hagen deixou sua postura roqueira e canta músicas religiosas. Já o papito Supla continua o mesmo papito.
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

Deixe uma resposta

Top