As musas do rock: “Ana”, dos Engenheiros do Hawaii

“Não me pergunte quem foi Ana”. Este foi o recado que Humberto Gessinger, dos Engenheiros do Hawaii, deu na música “E-stória”. O recado não foi por menos, pois a pergunta que não quer calar é realmente esta: quem é Ana?
No disco “A Revolta dos Dandis” (1987), lá estava, na quarta faixa do lado A do LP, a música “Refrão de Bolero”. Gessinger fala de um “eu” narrador arrependido por ter falado o que não devia ou algo assim. E no refrão dava o nome da pessoa que causou tal sofrimento: “Ana, seus lábios são labirintos. Ana, que atrai os meus instintos mais sacanas”. Poderosa esta Ana heim?!
Mesmo estando no disco de 87, a música fez sucesso em 90, quando a MTV exibiu o clip gravado em um show no Palace, da tour “O Papa é Pop”.
Pois bem, várias vezes já foi perguntado ao Gessinger quem foi Ana. No programa Matéria Prima (1991, TV Cultura) ele disse que é uma garota de Porto Alegre. Ponto. Nada mais. Já em um Programa Livre (1992, SBT), foi perguntado novamente e ele disse: “Conheci uma Ana que se chamava Ana, conheci outras que não se chamavam Ana. Elas existem, pode crer”.
No disco “10 mil Destinos Ao Vivo” Humberto tirou “Ana” do refrão e assim ficou. Mas… mesmo tirando, ela sempre vai existir, pode crer Humberto!

Bah 1 (como diz Humberto): Humberto é casado com Adriane Sesti.
Bah 2: Ele dedicou uma música para Adriane, mas este é assunto para outro post.
Fabricio Mazocco

Fabricio Mazocco é jornalista, doutor em Ciência Política, professor universitário, fã de rock e criador do blog Rock 80 Brasil.

https://www.facebook.com/fabricio.mazocco

8 comentários em “As musas do rock: “Ana”, dos Engenheiros do Hawaii

  1. Alguém já parou para pensar que Ana poderia não ser uma pessoa e sim algo que na época o teria trazido alguma dependência…dizia a letra: Ana, seus lábios são labirintos. Ana, que atrai os meus instintos mais sacanas”. Viajemos nesta possibilidade…

  2. Porra, coincidência ou não, eu estava ouvindo esse álbum hoje no meu carro. É um grande álbum, realmente, da história do rock nacional. São músicas recheadas de literariedade. Só o Humberto poderia explicar quem é essa Ana. Enquanto isso, ficamos por aqui matutando e curtindo suas belas canções.

    Abraço.

  3. Muito bom!!!!! Para os desconhecedores da história da Ana, é uma curiosidade e tanto. Show.
    Seguindo seu blog, segue o meu se puder. jeitolunatico.blogspot.com
    Thank's!

Deixe uma resposta

Top